sexta-feira, 27 de junho de 2014

Você sabe o que é Distorção Idade-Ano?



Quando o aluno (re) ingressa na escola tardiamente – ou sofre reprovação – ele estará em atraso escolar, ou seja, com idade superior a esperada para aquela etapa escolar. A distorção idade-ano é a proporção de alunos com mais de 2 anos de atraso escolar.

O cálculo da distorção idade- ano é realizado a partir de dados coletados no Censo Escolar. O Censo é realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com a colaboração das secretarias estaduais e municipais de Educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país. Todas as informações de matrículas dos alunos são capturadas, inclusive a idade dos alunos.

Mais de 8,5 milhões de estudantes da Educação Básica estão com atraso escolar de dois anos ou mais. Os dados sobre distorção idade-ano 2013 já estão disponíveis no QEdu

De acordo com a legislação brasileira, a criança deve ingressar no 1º ano do Ensino Fundamental aos 6 anos de idade. Assim, aos 14 anos ela entrará no 9º ano e finalizará esta etapa com 15 anos. Dos 15 aos 17 anos este aluno deve estar matriculado no Ensino Médio. A realidade, porém, é que 6,1 milhões dos estudantes do Ensino Fundamental (21%) e 2,4 milhões de estudantes do Ensino Médio (29,5%) não estão no ano correto. São 22,9% dos alunos do ensino básico com atraso escolar de dois anos ou mais no Brasil.

 Apesar do alto percentual de alunos com distorção idade-ano, a análise dos dados de evolução entre os anos de 2010 a 2013 mostra que o atraso escolar no Ensino Médio recuou 5,4% entre os estudantes matriculados na rede pública. Os estados com maior redução da distorção idade-ano são: Pernambuco (-29,1%), Paraíba (-29%), Alagoas (-28,9%), Piauí (-26,7%) e Maranhão (-24,8%).

A região Norte do país concentra maior número de alunos com atraso durante a Educação Básica. No Ensino Médio, o total de alunos com atraso no 1º ano da rede pública chega a mais da metade dos matriculados (50,6%). Já a região Sudeste do país tem os menores índices de atraso: 20,1% dos estudantes estão fora da idade adequada para o 6º ano; no 1º ano do Ensino Médio, 25,6%.

No 6º ano, o estado de São Paulo contempla menor distorção idade-ano do Brasil, com 90,5% dos alunos em ano escolar adequado para a idade. Escolas privadas brasileiras concentram índices baixíssimos de atraso escolar: alunos com idade inadequada nos anos escolares não chegam a 10% da rede em nenhum ano escolar. Ainda no sistema privado, Paraná segue com os mais baixos índices de atraso escolar, sendo 2,1% na 6ª série e 4,8% no 1º ano do Ensino Médio.

Para ver dados do Brasil, como exemplo, acesse: http://www.qedu.org.br/brasil/censo-escolar
Para buscar dados de uma escola, município ou estado basta digitar na busca — no topo da página — o nome da localidade que você quer consultar e acessar a aba “Censo”. Depois, selecione a opção “Distorção Idade-Série” e veja os dados do local.

 
Para aprender sobre as metodologia da Correção de Fluxo matricule-se em no curso Aceleração da Aprendizagem nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental da ESCOLA ABERTA – www.escolaaberta.com.br


Por Isolda Gusmão 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poderá gostar de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...